Ação Revisional

Explicação em texto e vídeo de Ação Revisional em Fortaleza

O assunto que aqui iremos tratar é Ação Revisional e Ação de Busca e Apreensão.  Se você está com parcelas do seu financiamento do veículo atrasadas, é importante que você assista a esse vídeo.

Antes de entrar no assunto é necessário que você entenda como funciona a cobrança do banco. Quando você atrasa uma parcela, inicialmente eles começam a fazer ligações na intenção de que você quite o valor que está em atraso integralmente.

Então se você está com mais de uma parcela em atraso, eles não permitem que você faça o pagamento de uma só parcela ou de parte do valor em atraso. Eles querem que você pague valor integral, de todo o valor está em atraso. Para quem está com dificuldades financeiras isso é um grande problema.

Importante frisar também que na fase da cobrança bancária por telefone o banco vai tentar fazer de tudo para aumentar bastante valor da parcela ou para que você entregue o carro ou veículo amigavelmente. Não caia nessa. Isso não existe. Essa história de entrega amigável do veículo é uma forma de tomar o seu veículo sem precisar gastar com advogado, custas judiciais, e sem perder tempo. Usando unicamente do convencimento de uma atendente telefônica. Então, tome cuidado com essas propostas e procure um advogado especialista.

Depois que o banco passa a fazer cobrança por telefone, o banco vai fazer uma notificação extrajudicial por escrito para o cliente. Essa notificação vai informar oficialmente para o cliente que ele está inadimplente. Essa notificação é um documento necessário para o banco entrar com busca e apreensão. Então se você está em atraso e recebeu uma notificação dessa, fique atento, pois o banco está se preparando para entrar com uma ação  de busca e apreensão contra você e é melhor você agir primeiro.

Então, o que fazer nessa situação? Como evitar que o banco tome seu carro? A melhor saída é entrar com uma ação revisional antes que o banco entre com a busca e apreensão.

Esse é o momento ideal para você procurar um advogado e tentar evitar essa situação através de uma Ação Revisional.

É importantíssimo que você entre com a ação revisional antes do banco entrar a com busca e apreensão, porque quem chegar primeiro na justiça vai ter preferência no julgamento da sua ação, enquanto o segundo lugar ficará esperando para ter a ação julgada depois. Se o banco entra primeiro que você com uma ação de busca e apreensão provavelmente o juiz decretará a apreensão do carro e não há muito que se possa fazer, salvo em algumas situações excepcionais, como o adimplemento substancial (que ocorre quando o cliente já pagou mais de 70% do financiamento total). Mas se você agir antes do banco, então existe uma grande chance de você continuar na posse do seu carro e conseguir uma redução significativa no valor do saldo devedor.

Para consultar se existe ação judicial clique AQUI.

E como funciona uma ação revisional? Inicialmente o advogado faz um cálculo para determinar o valor correto da prestação mensal a pagar.

Se você entra com ação revisional você toma o primeiro lugar na fila, e a ação do banco fica em segundo lugar, de forma que você fica criando um obstáculo para ação do banco.

Essa situação cria um mal estar no banco, um medo de perder o valor emprestado, porque de um lado a ação de busca deles fica atrelada à nossa que chegou na frente e criou um obstáculo para ação de busca deles, e por outro lado o tempo está passando, os pagamentos não estão sendo feitos e o carro está se deteriorando enquanto se aguarda a manifestação judicial.

Essa situação toda se prolonga, em média, por cerca de 12 a 18 meses, tempo suficiente para o cliente se reorganizar.

Todo esse cenário faz com que o banco baixe suas expectativas e aceite um acordo que inicialmente ele não concordaria em fazer. Esse cenário também permite que o cliente ganhe um fôlego para se reequilibrar financeiramente e depois de um tempo possa fazer uma proposta de quitação com cerca de 70 a 50% de desconto do valor do saldo devedor total.

Aceita a proposta pelo banco o pago o valor, o carro está quitado e o cliente pode fazer o que dele bem entender.